complexo de deus

Você provavelmente conhece ou já interagiu com uma pessoa que, não importa a situação, recusa-se a admitir que está errada. Geralmente, indivíduos assim se autoproclamam especialistas e conhecedores absolutos de uma determinada área do conhecimento. De acordo com o economista Tim Harford, eles sofrem do “complexo de Deus", cujo principal sintoma é que, independentemente da complexidade do problema, a pessoa tem uma crença absolutamente inabalável de que a sua solução é infalivelmente certa.

Profissionais com complexo de Deus costumam olhar para uma questão apenas sob o seu ponto de vista, sem levar em consideração outras possibilidades e caminhos, outras alternativas que não a que eles conhecem.

Muitos líderes possuem esse tal complexo de Deus, não é mesmo?

Em sua palestra no TED*, Harford aponta que a melhor maneira de resolver os problemas é por meio da tentativa e do erro, até encontrar uma resposta que funcione. Ele afirma que todos os sistemas complexos bem-sucedidos foram desenvolvidos a partir desse método. Um exemplo? O próprio ser humano, que evoluiu ao longo do tempo. “O que é evolução? Durante milhões de anos, variação e seleção, variação e seleção – tentativa e erro, tentativa e erro”, explica.

Harford ressalta que esse processo de tentativa e erro é muito mais comum em instituições bem-sucedidas do que imaginamos. Ele cita como exemplo a economia dos Estados Unidos. “Como foi que esse país se tornou a maior economia do mundo? Eu poderia dar todos os tipos de fatos e valores sobre a economia dos EUA, mas acho que o mais importante é isto: 10% das empresas americanas desaparecem todo ano. É uma taxa de falha enorme. Mas é esse processo de tentativa e erro que explica esse incrível desempenho das economias ocidentais. Isso não surgiu porque se colocou uma pessoa incrivelmente inteligente no comando. Surgiu por tentativa e erro”, frisa.

Os líderes podem (e devem) errar

Em seu livro Adapte-se: Por que todo sucesso começa com um fracasso, Harford fala que, naturalmente, as pessoas tendem a sempre acreditar no líder. “Nossa resposta intuitiva, quando diante de um problema, é procurar um líder para resolvê-lo”, declara. Nesse sentido, o complexo de Deus muitas vezes é incentivado pelos liderados.

O economista aponta como exemplo os políticos que se elegem presidentes com alta popularidade ao prometerem milhões de mudanças, mas logo começam a cair nas pesquisas quando a realidade não condiz com o que eles falaram. Segundo o economista, isso acontece porque temos um senso exagerado do que um líder pode conseguir tudo sozinho. “Naturalmente, um líder não tem que resolver sozinho todos os problemas. Bons líderes se cercam de conselheiros peritos, buscam os melhores especialistas, os que têm as visões mais perspicazes dos problemas da atualidade”, defende.

Você, como líder de vendas, tem se cercado de diferentes visões? Tem levado em conta o conhecimento de sua equipe na hora de tomar decisões?

Harford reforça que grande parte das organizações enxerga o líder como alguém que fica acima de todos e que é crucial para o sucesso da equipe – se ele tomar boas decisões, tudo ficará bem; se tomar decisões ruins, a empresa sofrerá.

Até certo ponto, o líder é, sim, parte importante para o sucesso da empresa. Mas achar que o líder é alguém soberano e que nunca pode errar é pedir demais. “Na guerra, na política e nos negócios, enfrentamos problemas complexos e adversários que têm seus próprios planos. É simplesmente impossível estar certo o tempo todo”, aponta. O economista acredita que, se até os melhores líderes cometem erros, uma boa organização precisa pensar em formas de trabalhar com isso. Segundo Harford, o caminho é focar em aprender com os erros, e não em eliminá-los.

Para pensar:

Você é um líder com complexo de Deus?

Se na hora de tomar decisões você se baseia apenas na sua visão, sem consultar sua equipe e os outros líderes da empresa, é bem provável que esteja sofrendo do complexo de Deus. O seu conhecimento é importante para a organização, mas ter humildade para aprender com os profissionais à sua volta é essencial não apenas para que a empresa cresça, mas também para que você evolua.

Como os erros são trabalhados em sua equipe?

Você que uma equipe inovadora e produtiva? Quer que seus liderados tenham iniciativa e motivação para fazer sempre o melhor? Então precisa aprender a tolerar os erros. Sabemos que, muitas vezes, é difícil lidar com falhas da equipe, pois elas podem significar gastos extras, mas tenha em mente que o custo de fazer as coisas sempre da mesma forma, de não mudar e não tentar algo novo nunca é muito maior!

Você se permite errar?

Fuja do complexo de Deus e entenda que o grande segredo do sucesso é entender que nunca paramos de aprender. Você pode ser um especialista, um mestre em sua área e, mesmo assim, ser capaz de aprender mais e mais. O mercado e as pessoas mudam constantemente, por isso não existe conhecimento que não possa ser expandido. Permita-se errar e, mais importantemente, permita-se aprender com os erros.

Saiba mais

Livro: Adapte-se: O sucesso começa sempre pelo fracasso
Autor: Tim Harford
Editora: Editorial Presença

*Para assistir à palestra de Harford sobre esse tema, acesse: http://bit.ly/complexo-deus

Clique aqui e volte acessar a VendaMais -> VendaMais.com.br